Sobre cultivar o pensamento crítico e uma compreensão profunda do que significa igualdade.

Em geral, parece que culturalmente foi negado aos homens o poder de expressar algumas emoções (especialmente tristeza e medo). Vamos falar sobre isso?

"Meninos não choram", "você é um menino, não pode andar com medo", "meninas são aquelas que choram ... Você é uma menina?" "você é um bebê chorão, uma joaninha ... NÃO CHORE! "

O que precisamos na sociedade são pessoas nobres, honestas e atenciosas.
O que os meninos gostariam que soubéssemos (esta parte do texto foi construída com a ajuda dos meus filhos, os dois “meninos crescidos” que mais amo neste mundo:

Nós meninos também...
- Podemos gostar de todas as cores, inclusive rosa;
-Podemos ser carinhosos e gentis;
- Podemos fazer balé e gostar de dançar;
- Também precisamos aprender a cozinhar e gostamos de brincar quietos as vezes;
- Podemos abraçar e beijar nossos pais com afeto;
- Podemos ter gostos diferentes de outras pessoas e outros meninos. Não somos obrigados a gostar de futebol, eu curto mais basquete e vôlei e isso não deveria parecer estranho;
- Podemos gostar da companhia e da amizade de outras meninas sem que tenhamos que ouvir piadinhas ou adultos dizendo que somos “namoradinhos;

Enfim, que possamos viver a busca pela igualdade sempre que ser diferente nos descrimine mas que possamos também viver a diferença sempre que a padronização nos descaracterize.

 

Texto colaborativo elaborado por Natalia Cardia com participação
de Nícolas e Giovanni 

0
0
0
s2sdefault

Mais artigos

© Copyright 2017-2021 Criando | Edição e Revisão: Prof. Sérgio Ribeiro  sergioribeiro@gmail.com

Avenida João Bernardo Medeiros, 455 - Jardim Bom Clima, Guarulhos - SP | 011 2468 1169 logoleandropdesign

ua-7964181-31